5 erros que você deve evitar a todo custo no e-mail marketing

2 de setembro de 2016

Gostou? Compartilhe

FacebookTwitterGoogleLinkedIn

Uma das grandes facilidades que a internet trouxe para todos os usuários foi a comunicação via e-mail. Praticamente todas as empresas hoje fazem uso amplo e irrestrito do correio eletrônico para promover contato rápido, constante e efetivo entre seus funcionários e com seus clientes e fornecedores – isso sem falar do uso “comum” do e-mail, entre amigos e familiares, substituindo as complicações (e custos, principalmente) das chamadas telefônicas. Em paralelo, o e-mail se transformou em um poderoso canal de promoção e divulgação de eventos, produtos e serviços, muito utilizado hoje pelas empresas para ampliar suas bases de consumidores.

Você, empresário ou gestor, provavelmente se enquadra nesse caso e com certeza já experimentou disparar uma divulgação, por mais simples que seja, para sua base de clientes – mas talvez nem sempre com o retorno esperado. Para consegui-lo, existem algumas situações que devem ser evitadas ao se produzir e enviar esse tipo de campanha. Que tal então conhecermos cinco desses erros mortais que você deve evitar a todo custo ao enviar um e-mail marketing?

1 – Enviar mensagens sem permissão dos destinatários

Ao construir e manter uma base de e-mails, é necessário que todos os dados nela presentes estejam ali por livre e espontânea vontade dos seus donos. Além de ser ilegal, manter dados de pessoas que não autorizaram sua posse e enviar mensagens não solicitadas para esses contatos pode ser bastante negativo para seu negócio, gerando antipatia para com sua marca e produto.

2 – Não segmentar seus contatos

Sua base de dados consiste de um grupo de pessoas bastante heterogêneo, com necessidades bem diferentes umas das outras. Por isso, é importante que você as divida pelo menos em categorias simples, como gênero e idade, ou em categorias mais complexas, como cidade onde vivem, gostos, dentre outros. Isso fará com que suas mensagens cheguem a destinatários melhor qualificados para receber aquele tipo de campanha, gerando mais resultado.

3 – Produzir mensagens sem padrão de texto e design

Que nos perdoem os e-mail marketing ruins, mas beleza é fundamental! E isso inclui, além de um layout agradável, bem elaborado e bem testado, um texto impecável, sem erros. Você mesmo pode comprovar a eficácia dessa prática – quantos e-mails “feios” ou mal construídos ou escritos você já jogou diretamente na lixeira, sem ler?

4 – Não processar e higienizar a base de dados

Sabemos que, ao longo do tempo, as pessoas trocam de endereços de e-mail, desativando os antigos – e isso é um grande problema para quem mantém bases de dados com milhões de endereços e pagam por envio de mensagem de e-mail marketing. Imagine só quantos envios você pagou e sequer chegaram ao destino por simplesmente não existirem ou não serem mais utilizados! Por isso, é fundamental que seja feita uma limpeza rigorosa todos os meses em sua base de dados, para tirar dali os endereços que não mais funcionam – muito melhor uma base melhor e totalmente confiável do que uma base “suja” que só gasta dinheiro à toa!

5 – Não mensurar as estatísticas dos envios

Umas das características mais úteis e interessantes do e-mail marketing é que praticamente tudo pode ser mensurado: quantas aberturas, quem leu, quem clicou em quais links, dentre muitos outros índices. Saiba que, se você não se atenta a essas informações, está cometendo um grande desperdício! Com elas você pode aprimorar cada vez mais suas mensagens e seus métodos de envio (melhores horários e melhores conteúdos, por exemplo), conseguindo com isso resultados muito melhores!

Agora que você já sabe quais são os principais erros que você deve evitar a todo custo ao elaborar e disparar uma campanha de e-mail marketing, que tal compartilhar suas experiências com esse tipo de campanha? Use os comentários!

Gostou? Compartilhe

FacebookTwitterGoogleLinkedIn